Spinner Carregando...

notícias

08/09/2015

Ambiente Empresarial

Quando vamos decorar um escritório, é importante pensar nas cores padrão que a empresa usa, o ramo da empresa e no grau de formalidade que se deve tomar como base.

Muitos escritórios acabam ficando com um visual mórbido, que não motiva os funcionários a trabalhar e não atrai clientes. Portanto evite espaços apertados, escassez de iluminação e o mal uso da cores!

Confira o que cada cor expressa na decoração e os efeitos que elas causam:

 Azul: transmite calma e relaxa, entretanto, esse é o seu ponto fraco. Por ser uma cor que relaxa, o azul aumenta a preguiça, deixando o funcionário desmotivado a trabalhar. Cores nesse tom devem ser aplicadas em locais adequados, como quartos de bebê.

 Laranja: essa é a cor que aguça a comunicação. Quando aplicada em um escritório, ela transmite energia, motivação e criatividade. Mas tome cuidado ao escolher o tom, se for muito vibrante, pode deixar o ambiente feio e totalmente deselegante. Abusar do laranja pode atrair a melancolia e tristeza.

 Marrom: é uma cor que se adequa a qualquer espaço e incentiva a relação entre pessoas, o que é bastante favorável para um ambiente de escritório. Sugere calor e conforto tornando o ambiente harmônico e organizado, também traz sensatez e firmeza.

 Cinza: uma cor elegante, envolvente e que passa seriedade e responsabilidade. Assim como as demais cores neutras, ela combina com praticamente todas as outras cores sem desarmonia.

 Preto: reflete poder, autoridade e firmeza nas ações. Como o preto absorve todas as outras cores, é visto como o símbolo máximo de elegância. O ideal é pintar apenas uma parede e o resto em outra que entre em contraste, como o branco. Abusar do preto pode causar morbidade, afastamento, tristeza e pessimismo.

 Branco: paredes brancas transmitem a tranquilidade com um toque sutil de firmeza e sofisticação. Transmite uma elevada percepção do espaço, o que ajuda na decoração de locais pequenos. Também traz a sensação de limpeza! Seu excesso pode ser quebrado com a disposição de móveis com tecidos coloridos, quadros ou outros objetos de decoração.

 Vermelho: é uma cor intensa e vibrante, oferece calor e energia ao ambiente, atraindo glamour e vigor pra o espaço. Aplicada em excesso pode provocar a agressividade e inquietação.

 Violeta: reflete tranquilidade, dignidade e nobreza. É uma cor marcante que pressupõe criatividade, intuição e natureza artística. Aplicada em excesso pode representar orgulho, atitude autoritária e afastamento da realidade. O violeta claro deve ser usado com cuidado, pois pode causar tristeza.

 Verde: representa crescimento, harmonia e equilíbrio. Ajuda a combater o stress. Aplicações suaves de verde comunicam calma e alegria constantes. Se utilizado em grande quantidade pode despertar egoísmo, preconceito, inveja e cobiça.

 Rosa: o rosa é a cor das emoções, dos afetos, da compreensão, do companheirismo. Acalma e tranquiliza sem a frieza do azul. O rosa em um tom mais forte (como o pink) traz a mesma ideia do vermelho, intenso e vibrante, ideal para quem quer ousar! Usado em excesso se torna cansativo.

CUIDADO!

Dimensões: Ambientes com cores quentes, vermelho, amarelo e laranja, apresentam ser menores do que realmente são, enquanto espaços com cores frias, azul, violeta e verde, apresentam ser maiores. Escolha a cor certa para criar o efeito desejado.

 Teto mais alto: aplique no teto uma cor mais clara que a cor usada nas paredes.

 Teto mais baixo: aplique no teto um tom mais escuro que o das paredes.

 Corredor mais largo: pinte as extremidades dos corredores e o teto com cor mais escura que a das paredes.

 Paredes mais longas: pinte a parte superior com cores mais claras e a parte inferior com tons mais escuros.

 Ampliar ambientes quadrados: aplique cor escura em duas paredes, uma de frente para a outra.

 Reduzir ambientes retangulares: pinte as paredes menores com cor mais escura.

Equilíbrio: Tons mais escuros são visualmente pesados, por isso tendem a ser usados mais próximos ao chão para equilibrar o ambiente (exceto em casos de redimensionamento do espaço). A ausência de cores escuras oferece um visual opressivo, deixando o espaço incômodo.

Exagero: Espaços onde há muitas cores vivas deixam a visão confusa e prejudicam a harmonia dos elementos. Em áreas amplas, como paredes, aplique tons mais claros deixando cores fortes para os detalhes.

Contraste: Cores de grupos diferentes são contrastantes e podem ser uma ótima opção para aplicação de detalhes, pois destacam a decoração e as formas do ambiente.