Spinner Carregando...

notícias

18/07/2018

Empresarial verde

A torre Charles Darwin é um marco no desenvolvimento urbano da cidade, pensado para ser um empresarial verde. A chamada “pele de vidro” é uma das ações sustentáveis do edifício. Isso porque o vidro permite a entrada do máximo de luz natural no ambiente, ao mesmo tempo em que absorve 60% do calor externo, garantindo economia de energia às empresas instaladas no empreendimento.

Segundo Rafael Souto Maior, o prédio utiliza dois tipos de vidro de proteção solar. “As fachadas que recebem mais sol ganharam um vidro mais reflexivo, enquanto as protegidas ou com menos incidência dos raios possuem um mais transparente”, explica.

O sistema de reaproveitamento da água da chuva é outro diferencial que fazem do Charles um empresarial eficiente. Aliado a esses itens, o telhado verde, com 2.800 m², instalado no edifício garagem – com 960 vagas - inovou e pode abrir precedentes para que outros empreendimentos invistam na iniciativa.